Apresentação

CURSO SUPERIOR DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA

1. DETALHAMENTO DO CURSO
Denominação do Curso: Curso Superior de Bacharelado em Zootecnia
Grau: Bacharelado Modalidade: Presencial
Área de conhecimento (conforme tabela da CAPES): Ciências Agrárias
Ato de Criação do curso: Autorizado pela Resolução Ad Referendum nº 001, do Conselho Superior, de fevereiro de 2010 (retificada pela Resolução nº 045, de 20 de junho de 2013, que aprova a Criação do Curso e o PPC).
Reconhecido pela Portaria nº 699, do Ministério da Educação, de 01 de outubro de 2015.

Quantidade de Vagas: 35
Turno de oferta: Integral (Manhã e Tarde)
Regime Letivo: Semestral
Regime de Matrícula: por componente curricular
Carga horária total do curso: 3938 horas
Carga horária de estágio: 300 horas
Carga horária de TCC: 108 horas
Carga horária de ACC: 200 horas
Tempo de duração do Curso: 10 semestres (5 anos)
Tempo máximo para Integralização Curricular: 18 semestres (9 anos)
Periodicidade de oferta: Anual
Local de Funcionamento: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha – Câmpus Alegrete - RS 377, Km27, Passo Novo, Alegrete- RS

2. DIRIGENTES DA INSTITUIÇÃO E COORDENAÇÃO DO CURSO

Coordenador(a) do Curso: Emmanuel Veiga de Camargo
Diretora Geral do Campus: Rodrigo Ferreira Machado
Diretora de Ensino do Campus: Ana Paula Ribeiro
Coordenadora Geral de Ensino do Campus: Patrícia Alessandra Meneguzzi Mer Donicht

3. MATRIZ CURRICULAR E PPC
https://www.iffarroupilha.edu.br/projeto-pedag%C3%B3gico-de-curso/campus-alegrete

4. REQUISITOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

4.1. Requisitos de acesso
Para ingresso no curso de Zootecnia é necessário ter concluído o ensino médio e ter sido aprovado no processo seletivo, conforme critérios de edital próprio. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha destina as vagas para ingresso por meio de Processo Seletivo Próprio e/ou através do Sistema de Seleção Unificada (SISU). Desse total de vagas, 5% são destinadas para Pessoas com Deficiência (PD), conforme o Decreto nº 3298/90. Além disso, o Processo Seletivo para Ingresso nos cursos superiores do IF Farroupilha, em consonância com a Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012, com o Decreto nº 7.824, de 11 de outubro de 2012, com a Portaria Normativa nº 18, de 11 de outubro de 2012, reserva, no mínimo, 50% das vagas para candidatos oriundos de escola pública, assim distribuídas: candidatos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em Escola Pública, com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salários-mínimos (um salário-mínimo e meio) per capita (EP≤1,5); candidatos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em Escola Pública, com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salários-mínimos (um salário-mínimo e meio) per capita, autodeclarados pretos (PRE), pardos (PAR) ou indígenas (IND), conforme dados do IBGE; candidatos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em Escola Pública, com renda familiar bruta mensal superior a 1,5 salários - -mínimos (um salário-mínimo e meio) per capita (EP>1,5); candidatos que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em Escola Pública, com renda familiar bruta mensal superior a - 1,5 salários - -mínimos (um salário-mínimo e meio) per capita, autodeclarados pretos (PRE), pardos (PAR) ou indígenas (IND), conforme dados do IBGE; Em caso de vaga ociosa no curso, decorrente de evasão ou transferência, o IF Farroupilha abrirá Edital para transferência e/ou para portadores de Diploma.

4.2. Critérios de avaliação
A Avaliação da Aprendizagem nos cursos do Instituto Federal Farroupilha segue o disposto no Regulamento da Avaliação do Rendimento Escolar, aprovado pela resolução n° 04-2010, de 22 de fevereiro de 2010. De acordo com o regulamento e com base na Lei 9394/96, a avaliação deverá ser contínua e cumulativa, assumindo, de forma integrada, no processo de ensino-aprendizagem, as funções diagnóstica, formativa e somativa, com preponderância dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos. A verificação do rendimento escolar é feita de forma diversificada e sob um olhar reflexivo dos envolvidos no processo, podendo acontecer através de provas escritas e/ou orais, trabalhos de pesquisa, seminários, exercícios, aulas práticas, auto-avaliações e outros, a fim de atender às peculiaridades do conhecimento envolvido nos componentes curriculares e às condições individuais e singulares do (a) aluno (a), oportunizando a expressão de concepções e representações construídas ao longo de suas experiências escolares e de vida. Em cada componente curricular, o professor deve oportunizar no mínimo dois instrumentos avaliativos. A recuperação da aprendizagem deverá ser realizada de forma contínua no decorrer do período letivo, visando que o (a) aluno (a) atinja as competências e habilidades previstas no currículo, conforme normatiza a Lei nº 9394/96. Os resultados da avaliação do aproveitamento são expressos em notas. As notas deverão ser expressas com uma casa após a vírgula sem arredonda - mento. A nota mínima para aprovação é 7,0. Caso o estudante não atinja média 7,0, terá direito ao exame final. A nota para aprovação após exame é 5,0, considerando o peso 6,0 para a nota obtida antes do exame e peso 4,0 para a nota da prova do exame.

5- OBJETIVO DO CURSO:
O curso de Bacharelado em Zootecnia tem por objetivo a formação integral de novos cientistas e profissionais atuantes na área da Zootecnia, de forma que estes tenham conhecimento técnico e científico que os tornem capazes de ser agentes de transformação da realidade e aptos a aplicar estes conhecimentos de forma inovadora e transformadora, nas diferentes áreas de conhecimento da Zootecnia, e para que sejam capazes de adaptar-se às constantes mudanças tecnológicas e sociais da sociedade contemporânea, em atendimento às demandas da sociedade.

5.1 Objetivos específicos:
- Proporcionar ao discente o domínio dos fundamentos e das tecnologias associadas à produção animal, formação cultural, social e econômica capacitando-o a solucionar problemas na atividade fim da Zootecnia;
- Desenvolver no discente a capacidade de abstração, raciocínio lógico e a habilidade para aplicação de métodos científicos, permitindo realizar suas atividades, promovendo a evolução científico-tecnológica da área da produção animal;
- Formar cidadãos com a capacidade de aplicar seus conhecimentos de forma independente e inovadora, respeitando princípios éticos e de acordo com uma visão crítica de sua atuação profissional na sociedade.
- Qualificar e certificar profissionais aptos a aplicar medidas de fomento à produção animal, instituindo ou adotando processos que promovam o aprimoramento das diversas espécies e raças, com condicionamento de sua melhor adaptação ao meio ambiente, com vistas aos objetivos de sua criação e ao destino de seus produtos.
- Qualificar e certificar profissionais em zootecnia para exercer a supervisão técnica das exposições agropecuárias oficiais, bem como a das estações experimentais destinadas à criação animal.
- Qualificar e certificar profissionais em zootecnia para participar dos exames realizados nos animais para efeito de sua inscrição nas Sociedades de Registro Genealógico.
- Formar profissionais com espírito empreendedor e capazes de atuar em equipes multidisciplinares.

6 PERFIL DO PROFISSIONAL:
A Zootecnia como uma ciência que permeia todos os âmbitos de uma sociedade, requer um profissional que se comprometa com uma perspectiva sustentável de mundo, que se empenhe na promoção da equidade social, na segurança alimentar, na busca de tecnologias mais brandas com o ambiente, com uma relação ética entre homem e animal, com uma concepção de desenvolvimento inclusivo e colabore com a formação de futuros profissionais conscientes de seu papel na sociedade.
O Curso de Bacharelado em Zootecnia visa oferecer condições a seus egressos para adquirirem competências e habilidades que permitam atender a Resolução n° 4, de 2 de Fevereiro de 2006, que aprovou as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Zootecnia e demais dispositivos legais:
- Fomentar, planejar, coordenar e administrar programas de melhoramento genético das diferentes espécies animais de interesse econômico e de preservação, visando maior produtividade, equilíbrio ambiental e respeitando as biodiversidades no desenvolvimento de novas biotecnologias agropecuárias;
- Atuar na área de nutrição e alimentação animal, utilizando seus conhecimentos do funcionamento do organismo animal, visando aumentar sua produtividade e o bem-estar animal e suprindo suas exigências com equilíbrio fisiológico;
- Responder pela formulação, fabricação e controle de qualidade das dietas e rações para animais, responsabilizando-se pela eficiência nutricional das fórmulas;
- Planejar e executar projetos de construções rurais, formação e/ou produção de pastos e forrageiras e controle ambiental; Pesquisar e propor formas mais adequadas de utilização dos animais silvestres e exóticos, adotando conhecimentos de biologia, fisiologia, etologia, bioclimatologia, nutrição, reprodução e genética, visando seu aproveitamento econômico ou sua preservação;
- Administrar propriedades rurais, estabelecimentos industriais e comerciais ligados à produção, melhoramento e tecnologias animais;
- Avaliar e realizar peritagem em animais, identificando taras e vícios, com fins administrativos, de créditos, seguro e judiciais e elaborar laudos técnicos e científicos no seu campo de atuação;
- Planejar, pesquisar e supervisionar a criação de animais de companhia, esporte ou lazer, buscando seu bem-estar, equilíbrio nutricional e controle genealógico;
- Avaliar, classificar e tipificar produtos e subprodutos de origem animal, em todos os seus estágios de produção;
- Responder técnica e administrativamente pela implantação e execução de rodeios, exposições, torneios e feiras agropecuárias. Executar o julgamento, supervisionar e assessorar inscrição de animais em sociedades de registro genealógico, exposições, provas e avaliações funcionais e zootécnicas;
- Realizar estudos de impacto ambiental, por ocasião da implantação de sistemas de produções de animais, adotando tecnologias adequadas ao controle, aproveitamento e reciclagem dos resíduos e dejetos;
- Desenvolver pesquisas que melhorem as técnicas de criação, transporte, manipulação e abate, visando o bem-estar animal e o desenvolvimento de produtos de origem animal, buscando qualidade, segurança alimentar e economia;
- Atuar nas áreas de difusão, informação e comunicação especializada em Zootecnia, esportes agropecuários, lazer e terapias humanas com uso de animais;
- Assessorar programas de controle sanitário, higiene, profilaxia e rastreabilidade animal, públicos e privados, visando a segurança alimentar humana;
- Responder por programas oficiais e privados em instituições financeiras e de fomento a agropecuária, elaborando projetos, avaliando propostas e realizando perícias e consultas;
- Planejar, gerenciar ou assistir diferentes sistemas de produção animal e estabelecimentos agroindustriais, inseridos desde o contexto de mercados regionais até grandes mercados internacionalizados, agregando valores e otimizando a utilização dos recursos e tecnologias sociais potencialmente disponíveis e economicamente adaptáveis;
- Atender às demandas da sociedade quanto a excelência na qualidade e segurança dos produtos de origem animal, promovendo o bem-estar, a qualidade de vida e a saúde pública;
- Viabilizar sistemas alternativos de produção animal e comercialização de seus produtos ou subprodutos, que respondam a anseios específicos de comunidades à margem da economia de escala;
- Pensar os sistemas produtivos de animais contextualizados pela gestão dos recursos humanos e ambientais;
- Trabalhar em equipes multidisciplinares, possuir autonomia intelectual, liderança e espírito investigativo para compreender e solucionar conflitos, dentro dos limites éticos impostos pela sua capacidade e consciência profissional;
- Desenvolver métodos de estudos, tecnologia, conhecimentos científicos, diagnósticos de sistemas produtivos de animais e outras ações para promover o desenvolvimento científico e tecnológico;
- Promover a divulgação das atividades da Zootecnia, utilizando-se dos meios de comunicação disponíveis e da sua capacidade criativa em interação com outros profissionais;
- Desenvolver, administrar e coordenar programas, projetos e atividades de ensino, pesquisa e extensão, bem como estar capacitado para atuar nos campos científicos que permitem a formação acadêmica do Zootecnista;
- Atuar com visão empreendedora e perfil proativo, cumprindo o papel de agente empresarial, auxiliando e motivando a transformação social;
- Conhecer, interagir e influenciar as decisões de agentes e instituições na gestão de políticas setoriais ligadas ao seu campo de atuação.

7 ÁREA DE ATUAÇÃO (mercado de trabalho):
O Bacharel em Zootecnia ou Zootecnista pode atuar em atividades relativas ao agronegócio, com animais silvestres, de companhia, de esporte e lazer, tanto em âmbito público como privado, em fazendas e granjas; em estabelecimentos agroindustriais; em indústria de rações, fármacos, produtos biológicos e outros insumos para animais; em instituições de ensino e centros de pesquisa; em empresas de consultoria agropecuária; em comercialização de insumos e produtos agropecuários.
O curso de graduação em Zootecnia do Instituto Federal Farroupilha objetiva formação profissional de maneira a possibilitar ao egresso:
- Elaborar, avaliar, orientar e executar projetos na área de produção de animais domésticos e selvagens.
- Atuar de forma imperativa no sistema agroindustrial – agronegócios, desde a obtenção e produção de matérias primas até a industrialização dos derivados de origem animal e sua comercialização, visando a melhor conservação e transformação dos produtos, de acordo com as normas estabelecidas e o mercado consumidor, objetivando a segurança alimentar.
- Realizar analises químicas, físicas e microbiológicas para controle de qualidade das matérias primas utilizadas nas elaborações de alimentos e rações para uso na alimentação animal, assim como sua formulação e composição;
- Alcançar a maior produtividade através da pratica do melhoramento genético, da nutrição, do conforto e bem-estar, além da sanidade animal;
- Prestar serviços de Responsabilidade Técnica em fábrica de rações e produtos para uso de diferentes espécies de animais domésticos e selvagens;
- Desenvolver trabalho de Assistência Técnica, Extensão Rural, Consultoria, Direção, Fiscalização, Planejamento e Educação em qualquer grau de ensino nas áreas de ciências, zoologia e zootecnia; Avaliar, tipificar e classificar carcaças das varias espécies animais;
- Dirigir, coordenar e administrar fazendas de criação e estabelecimentos de comercialização de produtos e animais;
- Supervisionar, assessorar, organizar, elaborar, implantar e executar projetos de exposições, feiras e parques agropecuários;
- Participar como jurado em exposições animais (julgar animais e determinar as premiações);
- Adaptar os animais em diferentes climas e extremos climáticos, promovendo a ambiência e bem-estar dos animais;
- Fazer uso da rastreabilidade dos produtos de forma a controlar a qualidade e proporcionar ao mercado a opção da escolha pelo consumidor;
- Atuar orientando e estimulando as práticas de higiene dos animais e instalações, promover a profilaxia de doenças e o combate e/ou controle parasitológico;
- Desenvolver atividades de educação ambiental e atividades que visem a preservação ecológica do meio ambiente e a conservação dos animais selvagens, através da defesa dos recursos naturais, como a fauna, da preservação de seus habitat e a proteção do patrimônio genético, da diversidade biológica, e combate as explorações ilegais, a caça predatória, e ao tráfico das espécies da fauna nacional;
- Atuar nas diversas áreas do segmento da produção animal considerando, sempre, a relação custo-benefício, permitindo assim, que se produzam alimentos a um custo mais barato, com tecnologia e qualidade.

8- LINK PARA O PROJETO PEDAGÓGICO NO SIGAA:
https://www.iffarroupilha.edu.br/projeto-pedag%C3%B3gico-de-curso/campus-alegrete

Coordenação do Programa: EMMANUEL VEIGA DE CAMARGO

Telefone/Ramal: 34219600/302

E-mail: emmanuel.camargo@iffarroupilha.edu.br

Título do Profissional: BACHAREL EM ZOOTECNIA Área de Conhecimento CNPQ: Ciências Agrárias Convênio Acadêmico : Nenhum conteúdo disponível até o momento Modalidade de Curso: Presencial
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Calendário Acadêmico.
  • 03/08/2021 - 06/08/2021 · Matrícula para o período 2021.2.
  • 23/08/2021 · Início do período letivo 2021.2.
  • 03/08/2021 - 06/08/2021 · Matrícula para o período 2021.2.
Notícias Veja abaixo as noticias referentes ao nosso Curso.
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - (55) 3218 9800 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - SRVJBoss02.inst2